Rael da Rima Baixar Músicas

Rael da Rima

Reggae

1217 views
Compartilhe Agora:

foto de Rael da Rima

Rael da Rima está há 10 anos no Rap. Mas sua trajetória musical tem início bem antes disso. Com pai multi-instrumentista, mãe cantora (ambos, autodidatas) e influenciado por nomes como Djavan, Tim Maia, Caetano Veloso, Jorge Benjor, Bob Marley e Racionais MCs, ele aos poucos foi se embrenhando nesse caminho. Aos 11, teve o primeiro contato com sua vocação, fazendo cover dos Racionais. Aos 14, tocando maracatu com os surdos e tambores da fanfarra da escola onde cursou o ensino fundamental. Aos 16, começou a compor. Aos 22, motivado pelo primo a tocar violão, suas composições ganharam um tom ainda mais autoral - nascidas da inspiração melódica antes mesmo da rima (o apelido que virou alcunha está lado-a-lado com a melodia, como ele mesmo costuma afirmar). Um bom exemplo da marca autoral de Rael está já naquela que foi sua primeira composição melódica, “Vejo depois” (2005), presente no documentário que integra o projeto “Global Lives”, do norte-americano David Evan Harris. Rael é uma das dez pessoas que, vivendo em diferentes lugares do mundo em circunstâncias de adversidades, tem a rotina “filmada” durante 24 horas pelo projeto (um trailer do documentário está disponível no link mencionado ao final do release). Natural do bairro de Iporanga (zona Sul de São Paulo), Rael da Rima tem no currículo dois discos lançados com o Pentágono, participações em trabalhos de alguns dos expoentes mais proeminentes do rap nacional (Sombra, Kamau, Emicida e Slim Rimografia, entre outros) e, em especial, o convite para integrar o seleto hall de artistas que estiveram no programa “Som Brasil – Homenagem a Vinícius de Moraes”, exibido pela Rede Globo em 2007, fazendo releituras de clássicos do “Poetinha”. Rael cantou e rimou ao lado dos cantores/MCs Terra Preta e Criolo Doido, acompanhados pelo violão de Marcel Baden Powell, filho do ilustre Baden Powell – parceiro de Vinícius no lendário álbum “Os Afro-Sambas”, de 1966. O trio foi o único dos artistas convidados a criar novos versos às composições do autor de “Canto de Ossanha” (letra de Vinicius e Toquinho; composição de Baden Powell), uma das três músicas interpretadas por Rael/Criolo/Terra Preta no especial ao lado de “Samba da bênção” e “O morro não tem vez”. Rael também participou do seriado global “Antonia”, dirigido por Tata Amaral e que foi ao ar em 2007. No mês de julho, o artista lança seu primeiro single, “Trabalhador”, uma mistura de reggae e rap. Já quanto ao primeiro álbum de Rael da Rima, a previsão é de que chegue às lojas até o fim deste ano de 2009. Em seus shows, Rael toca acompanhado de banda composta pelos músicos Muka Batera, Bruno Dupre (guitarra solo), Xandola (guitarra base) e Rafael da Costa (baixo). raeldarima.com.br

Se você encontrou alguma informação errada ou poderia melhorar essa página sobre Rael da Rima fale agora mesmo com a gente!

Faltando alguma coisa aqui? Mande mais fotos de Rael da Rima para gente!

>