Os Ritmistas Baixar Músicas

Os Ritmistas

Outros

51 views
Compartilhe Agora:

foto de Os Ritmistas

Os Ritmistas como o título indica significa um som que enfatiza os ritmos e demonstra como o próprio ritmo se torna melodia que envolve toda a harmonia e que ao contrário de demarcar fronteiras musicais, amplia todo o universo musical produzido e a partir daí se torna uma variação fascinante de um vai-vem de ritmos-melodias-harmonias transfigurados que a nossa alma e cérebro recebem com prazer,e com um certo espanto também prenhe de belezas e de surpresas. Seria como se as pausas que são silêncios, ausências de som, se tornassem também ondas musicais. É fazendo este tipo de alquimia,ao mesmo tempo cheia de estranheza e de beleza com doçura,que nossas almas ouvem este som,e a felicidade se introduz em nós de maneira nova,diferente,mas sempre sutil como o fascínio dos sonhos. Não é a toa que tudo isto, este ondular de fronteiras entre ritmo-marcação,melodia abrangente mas não dominante,nos remetessem para o universo do impressionismo,aonde sugestões e orientalismos se intercalam fazendo ondular todas as antigas fronteiras rígidas. . A música “Samba de Pacto” já nos indica esta vontade de penetrar em territórios proibidos e malditos,e nesta canção os ritmistas entram em verdadeiro frenesi. Parece que a vontade de penetrar em novos territórios de sensações nunca vistas predomina no cerne das intenções e resultados deste disco,no qual,ao ouvi-lo não se sabe se pertence ao reino dos anjos, ou ao reino dos demônios,ou talvez em algum ponto neutro situado entre estes dois reinos. O ritmo que em geral constrói o chão,o solo,a base,aqui se demonstra que se quiser este ritmo levanta vôo e se metamorfoseia e se entrelaça e se transfigura com as notas das melodias,harmonias,contrapontos e da dinâmica norteadora! É também muito concretamente um disco de canções perfeitamente elaboradas no sentido clássico desta definição. Os três ritmistas alquimistas são Stephane San Juan,Domenico Lancelotti e Dany Roland,e tem como convidados Nelson Jacobina, Wilson das Neves, Pedro Sá, Kassin, Mauro Zacharias,Thalma de Freitas. Como se vê esta combinação de talentos de vozes e instrumentos interpenetrados por uma nova alma rítmica,que transcende a sua função clássica de marcar e demarcar os sons,com pausas,batidas,baques,e repiques,se torna uma presença dominante em todos os sentidos musicais e sensoriais. Para ilustrar mais ainda esta maravilhosa e inédita paisagem de mundos interativados,e para abrir todos os tipos de apetite,há uma música em que uma receita culinária é recitada e recomendada,envolta em batuques,mostra mais do que claramente os universos paralelos da comida e da música,a fome e o apetite de ambos,e finalmente o imenso prazer que nos causam,e além disso a sua aguda necessidade vital para a sobrevivência da espécie e o paralelismo dos conteúdos e desejo,enfim,orgasmos de todos os tipos entrelaçados fazendo o nosso ser vibrar. Ritmos,pulsões,pulsações,impulsos,instantes,eternidades,fronteiras de todos os mistérios! Jorge Mautner

Se você encontrou alguma informação errada ou poderia melhorar essa página sobre Os Ritmistas fale agora mesmo com a gente!

AS 10 MAIS ACESSADAS

Faltando alguma coisa aqui? Mande mais fotos de Os Ritmistas para gente!

>

Publicidade