Omen Baixar Músicas

Omen

84 views
Compartilhe Agora:

foto de Omen

Apesar de não ser um grande nome no mundo do metal, o Omen desfrutou de um pequeno culto adorador entre os headbangers desde o começo dos anos 80. O Omen é conhecido por seu melódico porém agressivo power metal/fantasy metal seguindo a linha de tipos como King Diamond, Queensrÿche, Savatage, Manowar e Helloween; o Omen é vigoroso e rígido, mas sempre musical e melódico. A banda foi formada em Los Angeles em 1983 pelo guitarrista solo Kenny Powell, que foi membro de uma banda de Los Angeles chamada Savage Grace. As primeiras influências de Powell incluem Judas Priest, Iron Maiden, UFO, Ronnie James Dio, Black Sabbath e Rainbow (entre outros), e as gravações do Omen lançadas pela Metal Blade e pela Enigma nos anos 80 refletiram a apreciação do guitarrista por esses headbangers. O Omen teve bastantes mudanças de formação durante os anos; em adição a Powell, os primeiros membros da banda incluíam o vocalista J. D. Kimball, o baixista Jody Henry, e o baterista Steve Wittig. Em 1984, o Omen assinou com a gravadora de Los Angeles, Metal Blade, e gravou seu álbum de estréia, "Battle Cry", que foi seguido por "Warning Of Danger" em 1985, "The Curse" em 1986, "Nightmares" em 1987 e "Escape From Nowhere" em 1988. Durante os anos 80, bandas de glam metal, pop metal e hair metal eram enormes na cena rock de Los Angeles/Hollywood — a Sunset Strip estava inundada de bandas que esperavam ser o próximo Quiet Riot, Poison, ou L.A. Guns. Mas enquanto outras bandas de Los Angeles estavam pesadamente dentro da cena glam, o Omen foi principalmente uma banda de power metal. Quando Kimball deixou o Omen em 1987, Powell contratou Coburn Pharr como novo vocalista da banda. Pharr apareceu em 1988 no "Escape To Nowhere", e não muito depois Powell decidiu descontinuar o Omen. Mas em 1996, Powell decidiu reviver o Omen e montou uma nova formação que incluía Andy Haas no baixo, Ricky Murray na bateria, e Greg Powell no vocal e na guitarra base. Kenny queria readmitir Kimball como vocalista do Omen, mas quando ele não conseguiu segurá-lo, ele recrutou seu filho Greg. Depois de assinar o álbum de volta do Omen em 1997, "Recovering The Gates", Greg Powell decidiu deixar a banda de seu pai — ele estava interessado em seguir uma direção contemporânea mais alternativa no metal — e montou sua prórpia banda, Stomping Ground. Greg foi substituído por Kevin Goocher, um veterano da cena rock de Dallas — e em 2003, a formação do Omen que contava com Kenny Powell, Kevin Goocher, Ricky Murray e Andy Haas gravou o "Eternal Black Dawn" pela gravadora de Phoenix, Arizona, Crash Music. 2003 marcou o 20o. aniversário do Omen. - Alex Henderson, All Music Guide

Se você encontrou alguma informação errada ou poderia melhorar essa página sobre Omen fale agora mesmo com a gente!

Faltando alguma coisa aqui? Mande mais fotos de Omen para gente!

>