As 7 afirmações mais ditas pelos protestantes

as-7-afirmacoes-mais-ditas-pelos-protestantes

Uma quantidade considerável de católicos abandonam sua fé e abraçam o protestantismo como novo lar espiritual. Alguns realmente mudam de vida, mantém ou adquirem uma nova postura ética, equilibrada e até exemplar. Outros, no entanto se perdem na novidade, exacerbam as vantagens da nova escolha e como o fogo de palha, com um vento mais forte facilmente se apagam.

Santa Teresa de Jesus, uma santa católica do século quinze disse com muita sabedoria em pleno apogeu do surgimento dos protestantes, “nasci católica, morrerei católica”. Compartilho da máxima da religiosa que mesmo sabendo das fraquezas da mãe igreja não a abandonou, pois pelas vias normais um filho não deveria abandonar aquela que o gerou. No caso a Igreja, pelo batismo me gerou para Cristo, isto é a minha fé, dela tenho convicção.

Neste pôst você terá as 7 afirmações mais ditas pelos protestantes. É muito provável que você já tenha ouvido algumas delas mais de uma vez.

1.Religião não Salva

Essa afirmação é muito direcionada aos católicos, mas não só. De fato, religião enquanto conceito não salva, tampouco as seitas das quais fazem parte a maioria dos que pronunciam esta frase. Religião é o encontro do homem com Deus. O local desse encontro se dar na igreja (aqui no sentido de comunidade de fé), também dita pelos ‘irmãos’ , inapta para a salvação, mas interessante, todos tem a sua e basta crescer um pouco que se dividem em outras ramificações. O argumento a posteriori parece indicar que apenas a Igreja da qual faz parte o não- crente não salva. Repito, utilizo a palavra Igreja no sentido de comunidade de fé, como em sua origem no convívio apostólico. Vejamos, Tomé não teve seu encontro com Cristo Ressuscitado enquanto estava ausente da comunidade de fé. Foi no meio daqueles irmãos que fez sua experiência de fé, seu encontro religioso.

2.Recebi minha bênção

Vou confessar um péssimo hábito que tinha enquanto católico, assitir aos programas de uma determinada denominação religiosa madrugada afora. Os testemunhos eram basicamente nesse formato: Antes de entrar na igreja eu tinha minha vida destruída, hoje – reparem – eu tenho um carro, dobrei meu salário, tenho duas linhas telefônicas ( na época linha telefônica era artigo de luxo).

Agora nos perguntemos, que interpretação bíblica é essa que associa a bênção de Deus somente ao acúmulo de bens materiais. Quer dizer que um pobre é um maldito? Bem, na interpretação vétero-testamentária a resposta é posisitva. Os séculos passaram, Cristo trouxe luz à antiga aliança e ainda vemos em pleno século XXI interpretações primitivas sobre a escritura sagrada.

A bênção de Deus é um dom integral, é bem verdade que diz respeito à realidade econômica do indivíduo mas não se encerra nisso. É antes de tudo uma dádiva, fruto da união integral do homem com Deus. Está para além da riqueza material, esta é apenas uma das realidades contempladas.

3.A culpa é do cão

Conta uma historinha que certa vez o Cão estava a choramingar à beira de uma estrada. Um transeunte passou e lhe perguntou, por que choras Cão? Entre soluçõs respondeu: É que depois desses crentes a culpa é sempre minha. A piada é antiga e exprime o caráter demonológico trazido sobretudo pelo pentecostalismo e neo-pentecostalismo.

O indivíduo sentiu uma dor nas costas atribui-se a culpa ao encosto, não o da cadeira, mas a uma entidade demoníaca. Chega-se a absurdos como o mais recente, dito em rede de televisão por um pastor Norte americano ao declarar que o culpado pelo teremoto no Haiti era o demônio, ou a relação dos haitianos com o Vodu.

O demônio existe, bem como seus sequazes, o que não se pode é culpá-lo por situções em que os réus somos nós mesmos pelo mau usufruto de nossa liberdade e vontade. Nem tudo é culpa do diabo e não se deve chamar tanto seu nome como vemos à exaustão nos cultos transmitidos pela Tv. Até parece que seu nome é mais falado que o de Jesus. Para que dar tanto crédito a quem já está derrotado?

4.Porque a Bíblia diz

Há duas semanas fui abordado por um jovem protestante que perguntou para mim onde estava a palavra católico na Bíblia. Não pude conter o sorriso ante aqueles olhos apreensivos que pareciam ter me encurralado como uma presa anafalbética. Devolvi-lhe uma outra pergunta: Onde tem a palavra terminal de ônibus na Bíblia como indicação de local para a sua evangelização.

É difícil travar uma conversa amistosa com um protestante, pelo menos até hoje, conto nos dedos os que se dispõem a uma conversa sem caráter proselitista ou subtraída daquela repugnável superioridade .

A frase porque a bíblia diz é como uma antecipação solene de uma sentença proclamada pelo misisonário que se exalta, fica vermelho, manuseia freneticamente a palavra para cima e para baixo. Ainda nessa ocasião com o irmão, no terminal de ônibus, contendo meus ânimos, lhe disse que eu não uso a palavra de Deus para fundamentar discussões nem para brigas. Procurava ler a Bíblia para mudar minha vida, minhas atitudes corrompidas pelo pecado e anunciava-a com amor para os que estavam aflitos e famintos de uma palavra de verdade.

O Sola Scriptura de Lutero ecoou pelos séculos e ouvi dia desses na voz daquele jovem discípulo do fundamentalismo protestante. Admirável a coragem da pregação, pena não poder dizer o mesmo do conteúdo de sua mensagem que não me inspirou a paz, própria do anúncio do evangelho.

5.Os católicos são adoradores de imagem


Esse quarto ponto parece ser a primeira lição do culto de doutrinação dos neófitos protestantes. Quem é católico já ouviu essa acusação não poucas vezes. E não adianta responder, é perca de tempo comprovar biblicamente que os católicos, enquanto doutrinamento oficial, não adoram as imagens. E como a maioria dos protestantes são fundamentalistas as atitudes a que chegam em suas convicções são lamentáveis.

Ilustro o que escrevi com o caso de uma parente protestante escolhida para cuidar de uma tia minha, já bem idosa e católica. Como uma mágica sumiram todos os terços da casa em menos de uma semana. O fim das imagens religiosas vocês podem imaginar o que aconteceu. E tudo feito amparado na máxima de que os católicos são adoradores de imagem.

Quando estava no início de meu engajamento na RCC (Renovação Carismática Católica) costumava participar da adoração ao Santíssimo Sacramento no santuário de adoração da arquidiocese de Fortaleza, ali na Igreja de são Benedito e qual não foi minha surpresa ao sair um dia do templo. Fui abordado por um protestante.

Este me acompanhou e começou a soltar versículos bíblicos apontando meu crime de idólatra. Ali, recebi minha condenação, segundo ele, o inferno. Foi então que pacientemente depois de três inoportunas abordagens parei, me virei e disse: Meu senhor me respeite. A constituição de meu país prevê liberdade religiosa, portanto, se você me seguir mais um passo, chamo a polícia. E outra: não tem nesse momento nenhum católico na portinhola de sua igrejinha de esquina julgando e condenando seus pares.

Tive que ameaçar a polícia para um que deveria agir comigo como irmão, mas não, preferiu me enxergar como idólatra fadado ao inferno.

6.Deus quer te dar a vitória


A teoria da prosperidade é a grande corrente motriz das expressões protestantes da atualidade. O slogan de algumas igrejas é a expressão Pare de sofrer. Um contraste com o ensinamento de Cristo no qual afirma a necessidade de tomar a cruz e pôr-se em seu seguimento.

A vitória de Cristo é incontestável e dela participamos desde o nosso batismo, isto é a verdade. Até o sofrimento ganha sentido na paixão de Jesus sofrida por nós. Ele não nos tira o sofrimento, mas nos ensina como vivenciá-lo e torná-lo um caminho de ressurreição.

É mentirosa a igreja que promete acabar com o sofrimento, esta não é digna do menos crédito pois ensina algo diferente do ensinamento de Jesus, Ele que mesmo sendo Deus aceitou o sofrimento em sua carne a fim de vencê-lo e nos fazer participantes de sua vitória.

7.Estamos salvos


Quem pode dizer eu estou salvo? E mais, quem pode dizer, eu estou salvo e você condenado? E ainda apropriar-se da sagrada escritura para fundamentar a execração. Olha que já vi muito protestante conversando entre si e o repugnável ar de suerioridade em cima, sobretudo dos católicos é destetável.

Empunhar a palavra debaixo do braço, decorar versículos bíblicos, participar de tantas correntes de oração não garante a ninguém a salvação, muito menos outorga a função de juiz a quem quer que seja. O fim desses exaltados irmãos muitas vezes é a perda total da fé.

Num trabalho de evangelização num centro cultural de Fortaleza, às madrugadas pude constatar o que disse acima. Muitos deixam de ser católicos, tornam-se protestantes, vivem por um tempo aquela exaltação interior causada pelo fundamentalismo e pelo rigor, não poucas vezes farisaicos, de uma ética que lhe garante a salvação e a perdiçao dos demais. O passo seguinte é a decepção com alguma realidade inesperada e o resultado é o afastamento total de Deus.

Fonte

Como converter católicos às igrejas protestantes

como-converter-catolicos-as-igrejas-protestantes

Por Steve Wood Tradução: Rondinelly Ribeiro Fui protestante por 20 anos antes da minha conversão ao catolicismo. Como líder de grupo de jovens, evangelista em prisões e universidades, e como pastor levei muitas pessoas do catolicismo para o protestantismo, inclusive meus pais e outros parentes. Isto foi surpreendentemente fácil. Eu utilizava a seguinte fórmula em três etapas para conseguir meu objetivo. Primeiro passo: convidar os católicos às igrejas protestantes para ter uma “experiência de conversão”. A grande maioria das igrejas protestantes organiza movimentos jovens bastante dinâmicos, como shows, louvores nas casas e pequenos grupos de estudos bíblicos. Além disso, empreendem congressos, seminários e “cruzadas” evangelísticas. Durante um convite “inocente” de um amigo protestante, o católico começa a participar destes eventos enquanto ainda freqüenta as missas aos domingos em sua própria igreja. As igrejas protestantes, pelo menos as sérias, pregam um evangelho simples: arrependimento do pecado e seguir a Cristo. Dão especial ênfase à relação pessoal com Jesus Cristo e com a recompensa da vida eterna. A maioria dos católicos não está acostumada a ouvir uma pregação tão ativa e agressiva contra o pecado e a favor do seguimento de Cristo. Como resultado disto, o católico experimenta uma verdadeira experiência de conversão. Sem dúvida, os protestantes devem ser elogiados por sua eficácia em promover conversões. Os líderes católicos deverão duplicar seus esforços caso queiram igualar as conversões em suas igrejas. A razão para isto tudo é simples: cerca de 5 a 10 pessoas aceitam as crenças da denominação onde tiveram a experiência de conversão. Esta média aumenta para os que experimentam profunda conversão ou têm experiências carismáticas ministradas por protestantes (acreditem em mim, eu sei do que estou falando, sou formado por uma escola da Assembléia de Deus e fui pastor protestante em duas igrejas carismáticas). Os pastores protestantes, evangelistas, líderes de jovens e ministros leigos já estão convencidos de que uma experiência de conversão em suas igrejas provoca uma firme adesão à fé protestante. Porque os católicos falham em perceber este fenômeno? Porque são tão relaxados acerca de um processo que está afastando milhares de católicos da igreja? Segundo passo: dão uma versão protestante à sua conversão. Uma conversão verdadeira é uma das maiores experiências da vida, possivelmente comparáveis ao nascimento e ao casamento. A conversão desperta uma insaciável “fome” de Deus. Os líderes protestantes treinam obreiros para darem continuidade a esta experiência espiritual. Antes de um congresso, eu dava um curso de seis meses para obreiros. Eu os mostrava como dar a interpretação protestante da experiência de conversão com versículos bíblicos selecionados. A passagem escolhida era Jo 3,3: Jesus replicou-lhe: Em verdade, em verdade te digo: quem não nascer de novo não poderá ver o Reino de Deus Utilizava a técnica bíblica do “touch and go“, semelhante à usada em treinamento de decolagem e aterrissagem de pilotos de avião. Nós rapidamente líamos Jo 3,3 e víamos que é necessário nascer de novo para obter a vida eterna. Então falava de conversões em termos de novo nascimento. Então rapidamente líamos Jo 3,5 que afirma a necessidade de nascer “da água e do espírito“. Eu nunca mencionava que por 20 séculos as igrejas católica e ortodoxa, reproduzindo o consenso unânime dos padres, entenderam estas passagens como referência ao sacramento do batismo! E com certeza eu não citava Tt 3,5 como referência paralela a Jo 3,5. Em toda minha vida de protestante, todos os católicos convertidos ao protestantismo desenvolveram um a firme rejeição à fé católica. Em 20 anos de ministério protestante, nunca conheci um católico que soubesse que Jo 3,3-8 fala do sacramento do batismo. Por isso era muito fácil convencê-los que a Igreja que assim interpretava estaria enganada. Provérbios diz “Quem advoga sua causa, por primeiro, parece ter razão; sobrevém a parte adversa, que examina a fundo.” (18,17). Os católicos que não conhecem sua fé católica jamais terão a oportunidade de ouvir “o resto da história“. Meu uso seletivo das escrituras fazia a fé protestante grandemente convincente. Várias vezes este método causou a repulsa dos católicos à fé católica. Terceiro passo: acusar os católicos de não ensinar a salvação pela graça. Os católicos geralmente consideram os protestantes alienados, controlados, idiotas. Isto é falso e injusto. Seu zelo evangelístico é alimentado de profunda caridade. Esta é uma razão porque eu levava os católicos para o protestantismo: eu pensava que eles estavam condenados ao inferno. Achava que os católicos não ensinavam a salvação pela graça, e sabia que quem não ensinasse isso não seria salvo. Por amor a suas almas, eu os convertia ao protestantismo. Para convencer os católicos de que eles tinham que sair de suas igrejas, eu usava Ef 2,8-9:

Porque é gratuitamente que fostes salvos mediante a fé. Isto não provém de vossos méritos, mas é puro dom de Deus. Não provém das obras, para que ninguém se glorie.

Primeiro eu dizia: “A Bíblia afirma que a salvação se dá pela graça e não pelas obras, certo?“. A resposta deles era sempre sim. Então eu dizia: “A Igreja Católica diz que a salvação se dá pelas obras, certo?” (eu nunca conheci um católico que, durante todo meu ministério pastoral, me contradissesse e afirmasse que a Igreja Católica ensina a salvação pela graça e não somente pelas obras!). Então, finalmente, eu falava: “Por isso, a Igreja Católica está levando as pessoas para o inferno quando nega a salvação pela graça. Te convido a vir à uma igreja que ensine o verdadeiro caminho para a salvação“. Era fácil. Pelo fato de usar a mesma técnica do “touch and go“, nunca citava o versículo 10 de Efésios que diz “Somos obra sua, criados em Jesus Cristo para as boas ações, que Deus de antemão preparou para que nós as praticássemos.” Façam um teste, ouçam com atenção os televangelistas. Nove entre dez vezes darão ênfase a Ef 2,8-9 e esquecerão do v.10. Nós não somos escravos que tentam em vão ganhar nossa salvação por “obras da lei” (Ef 2,8-9). Por sermos filhos de Deus, somos inspirados e movidos pelo Espírito Santo a fazer todo tipo de “boas obras” em cooperação como o Senhor para alcançar o Reino Celestial (Ef 2,10). O catolicismo ensina e mostra a mensagem completa de Efésios 2,8-10, sem abreviar a verdade. Por 20 séculos a verdade ensinada na Igreja foi a salvação pela graça. O primeiro Papa, Simão Pedro, disse: “Nós cremos que pela graça do Senhor Jesus seremos salvos, exatamente como eles.” (At 15,11). O Catecismo da Igreja Católica, dedicado pelo Papa João Paulo II à Igreja, diz: “Nossa justificação vem da graça de Deus. A graça é favor, o socorro gratuito que Deus nos dá para responder a seu convite: tomar-nos filhos de Deus, filhos adotivos participantes da natureza divina, da Vida Eterna.” (1996). O protestantismo se iniciou com Martinho Lutero afirmando que somos justificados somente pela fé. Quando trabalhava convertendo católicos ao protestantismo não havia me tocado que Lutero havia acrescentado a palavra somente na sua tradução para o alemão de Romanos 3,28 para dar base à sua nova doutrina (tal palavra não é encontrada em nenhuma versão protestante atual de Rm 3,28). Não percebi que o único momento em que a Bíblia cita a frase “somente pela fé” é em Tiago 2,24, onde a idéia de Lutero é explicitamente refutada: “Vedes como o homem é justificado pelas obras e não somente pela fé?“. Este versículo é prejudicial ao protestantismo, mas eu preferia ignorá-lo, ou me contorcia para fazer com que significasse algo que não verdade não significava. Os Católicos devem participar de eventos protestantes? Não faço objeções a católicos participarem de eventos protestantes contanto que: Tenham firmeza quanto a fé católica; Tenham conhecimento de sua fé a ponto de interagirem com não-católicos, usando a Bíblia e os pais da Igreja; Tenham a consciência de que a mais profunda presença de Cristo não se encontra em gritos e gestos frívolos ou em fortes emoções, mas em momentos de silêncio como na adoração Eucarística (1Rs 19,11-12). Infelizmente os católicos nascidos depois da Segunda Guerra Mundial para cá não se encaixam nesses requisitos. Para estes, participar de eventos protestantes é abrir as portas para deixarem a Igreja Católica. Neste momento existem milhares de católicos que estão prontos para deixar a Igreja que Cristo derramou o sangue para edificar. Recentemente tomei conhecimento de um grupo de católicos que não mais usará o Catecismo da Igreja em seus estudos bíblicos, pois acreditam que tudo está na Bíblia. Três desses homens já afirmaram não crer mais na Real Presença Eucarística. Eu lhes direi onde este grupo irá acabar: numa igreja protestante. A maior Igreja da América é a Igreja Católica, o segundo maior grupo da América são os Ex-Católicos. Os atuais movimentos católicos buscam ajudar as pessoas a descobrirem as raízes de sua fé católica. Com isso, ao invés de saírem da Igreja, as pessoas poderão descobrir as riquezas do catolicismo. É importante lembrar que quando alguém deixa a Igreja Católica, geralmente leva toda a família junto. Após meus ancestrais da Noruega, Inglaterra Alemanha e Escócia, que decidiram deixar o catolicismo, cerca de 10 gerações (quatrocentos anos!), toda a minha família atualmente é católica. Como alguém cuja família fez uma jornada completa de volta ao catolicismo, por favor, deixe-me fazer um apelo aos líderes dos diversos grupos católicos: não deixem católicos destreinados penetrarem em eventos protestantes, quaisquer que sejam. Eles terão ainda que uma rápida experiência religiosa que trará grande risco de os fazer perder a fé. Sei muito bem do que estou falando. Será muito mais seguro expô-los a elementos protestantes somente quando já tiverem sido exaustivamente expostos ao catolicismo. No funeral de meu pai, há nove anos atrás, cantei meu hino predileto: “The Faith of our Fathers“. Todos os dias agradeço a Deus por me trazer de volta à fé de nossos ancestrais, a verdadeira fé. Todos os dias que Deus me conceder a vida permanecerei proclamando aos meus amigos protestantes e aos católicos a gloriosa fé de nossos pais.

Comentários de um protestante

comentarios-de-um-protestante

Mauro disse…

Sou evangélico, concordo com você, alguns irmãos estão vacilando feio, na denominação que eu frequento, falo muito sobre isso, jamais ficaria numa igreja que praticasse tal coisa, algumas igrejas que se dizem evangélicas estão idolatrando, isso é terrivel , pois idolatria, é um pecado que Deus abomina.
Se você sabe que fazer tal coisa é pecado, saia dai, procure um lugar que não pratique isso, Jesus disse, eu sou a verdade e a vida, ninguém vai ao pai se não for por min, por isso, o unico que pode ficar entre você e Deus, é Jesus, não aquela estatua de um homem barbudo e cabeludo que vocês dizem ser imagem de Jesus, mais o nome dele.

Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos nomeei, para que vades e deis frutos, e o visso fruto permaneça, a fim de que tudo quanto em MEU NOME perdirdes ao Pai ele vos conceda.
João 15:16
Jesus disse isso pra min, pra você, pra toda a umanidade.

Download Católico disse…

Prezado Mauro, Salve Maria a Mãe do meu Senhor! (Lc.1,43)

Você tem que concordar mesmo, pois é a pura verdade, vocês protestantes vivem a criticar a Igreja do Senhor (Mt.16,18-19), e fazem coisas piores, como por exemplo: Idolatria pelo $$$$, idolatrila pelos tais “pastores dos gideões”, vivem amasiados e dizem que para Deus estão casados, praticam a caridade só com quem é da “igreja” de vocês, falam mal da Mãe de Cristo e etc. Não daria aqui para enumerar os erros de vocês protestantes cometem, e não estou falando de pecados, pois pecadores todos nós somos, tô falando de erros e heresias mesmo.

Se a Igreja Católica podesse morrer hoje, o que é impossivel, pois ela já está no mundo há mais de 2000 anos, logo vocês protestantes morreriam também, porque já não teriam com o que protestar.

Nós católicos, não adoramos a estátua de um homem “cabeludo e barbudo”, como vocês dizem, nós simplismente olhamos para aquela imagem e nos lembramos Daquele que um dia nos salvou no Cruz. Lhe faço uma pergunta: Quando você olha para uma foto do Lula, de quem você lembra?… Logo você lembra do Lula não é verdade?! E quando olha para uma foto da Xuxa?… Lógico que você lembra da Xuxa Meneguel que vocês chamam de satânica heim?! Você não pode olhar para a foto do Lula, e lembrar de Che Guevara, isso é óbvio. É a mesma coisa que acontece na Igreja Católica meu Caro Mauro, nós católicos quando olhamos para a imagem daquele homem “barbudo e cabeludo” é de Jesus Cristo que lembramos, e não do Lula e de Che Guevara.

Agora veja você a “igreja mundial do poder de deus” onde o tal Valdemiro Santiago se diz Apóstolo, e a tal Fransciléia se diz Bispa, lá os incautos se jogam em cima deles só para tocar nas roupas dos mesmos. Isso para mim meu Caro Mauro, é pura idolátria, pois só os Apóstolos de Jesus tinham esse poder e autoridade. De Apóstolo e Bispo eles não tem nada! São verdadeiros hereges atrás de dinheiro, e infelizmente têm muitos que deixam de ir na verdadeira Igreja de Jesus, onde está a Água pura, para se meterem na cisterna, onde só tem podridão. Lá os demônios das trevas brincam de pira!!!

Desde 1517 quando Martinho Lutero pregou na porta da catedral às suas 95 teses heréticas, a Igreja do Senhor vem sofrendo com esses lobos em pele de cordeiros, vivem dizendo que os católicos são idólatras, quando na verdade são eles. São uns verdadeiros desobedientes ao chamdo de Deus.

Não será por isso que o Papa Leão X excomungou Lutero a 3 de janeiro de 1521, na bula “Decet Romanum Pontificem”?… Onde será que Lutero está agora meu Caro Mauro?… No céu?… Ledo engano! A doutrina da Igreja diz que quem morre excomugado sem ter se arrependido, desce aos infernos logo após a sua morte.

É por causa disso meu Caro Mauro, que rezo por vocês protestantes para que um dia voltem ao seio da Igreja, pois fora da mesma não há salvação.

Que Deus te abençoe!

CD A Paixão de Cristo – Trilha sonora

cd-a-paixao-de-cristo-trilha-sonora


The Passion of the Christ é o álbum fantástico que traz músicas inspiradas no filme “A Paixão de Cristo”, de Mel Gibson. São 12 faixas interpretadas por grandes nomes da música mundial, como Bob Dylan, Nick Cave & The Bad Seeds, Elvis Presley e Holly Williams. Destaques para “Stranger in a Strange Land” (Lion Russel), “Harm´s Way” (The Ghost Who Walks) e “Precious Lord” (The Blind Boys Of Alabama). Um CD que não pode faltar em sua coleção. Vale a pena conferir!

As capas deste CD foram retiradas daqui.

Clique com o botão direito do mouse, depois “Salvar link como…”

CD Padre Juarez de Castro – Luz Divina (2010)

cd-padre-juarez-de-castro-luz-divina-2010
Padre Juarez teve a autorização de Roberto Carlos para incluir no repertório a canção “Luz Divina” que dá nome ao disco.

Além dessa, regravações de “Tente Outra Vez” (Raul Seixas), “Monte Castelo” (Renato Russo) e “Ouvi Contar” (Sá, Rodrix e Guarabyra), composições que, embora não sejam consideradas religiosas, carregam mensagens de otimismo e amor.
Ainda neste trabalho, algumas inéditas, como:

“As Mãos de Jesus Cristo”, de Marisa Barros, entre outras.

Faixas

1. Luz Divina
2. Deus de Promessas
3. Perto do Senhor
4. As Mãos de Jesus Cristo
5. Vai Dar Tudo Certo
6. Abra os Olhos do Meu Coração – Open the Eyes of My Heart
7. Tente Outra Vez
8. Monte Castelo
9. Versos
10. Ouvi Contar
11. Amigos Pela Fé
12. Minha Benção
13. Adorai
14. Cantarei Teu Amor para Sempre – I Can Sing of Your Love Forever
15. Autor da Fé – Noites Traiçoeiras
Arquivo: RAR / Mp3
Tamanho: 117MB
Rapidshare:
Megaupload:
DepositFiles:
Up:

Escândalo: Padre Marcelo Rossi canta músicas protestantes durante a missa

escandalo-padre-marcelo-rossi-canta-musicas-protestantes-durante-a-missa

Escândalo: Padre Marcelo Rossi canta músicas protestantes durante a missa
PERGUNTA
Nome: Alexandre D. Antunes Pereira
Enviada em: 28/12/2009
Local: Mogi Guaçu – SP, Brasil
Religião: Católica
Escolaridade: Pós-graduação concluída
Profissão: Analista de Sistemas
Salve Maria!

Cada vez mais a Igreja católica no Brasil, afasta da ortodoxia da Igreja, e vai em busca do Protestantismo pentecostal.

Li uma reportagem que deixou-me irritado: por trás disso, está o sr. Marcelo Rossi.

Leiam abaixo a tal reportagem:

http://acaogospel.com.br/portal/index.php/destaque/%E2%80%9Cfaz-um-milagre-em-mim%E2%80%9D-catolicos-se-rendem-e-musica-gospel-vira-novo-hit.html

Em Cristo,

Alexandre

RESPOSTA
Muito prezado Alexandre,

Salve Maria.

Louvo muito sua indignação por ver como esses padres modernistas estão traindo a Igreja e levando os fiéis ao protestantismo. Permita-me, porém fazer uma correção no que você me diz. Não é a Igreja Católica que esta protestantizando os fiéis, e sim esses padres modernistas e moderninhos que seguem o ecumensmo do Concílio Vaticano II.
Li e copiei abaixo a mensagem que o irritou para que ela sirva de docuemnto comprovante como o padre Marcelo Rossi, padre Zezinho, padre Juarez e outros carregam a culpa da protestantização do povo através desse ecumenismo musical.
Claro que esses padres não gostam da Montfort que procura converter protestantes à Fé católica. Eles desejam o oposto: querem perverter os católicos às heresias protestantes, porque eles são modernistas.

Escreva-me sempre
In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

O hit gospel do momento já virou pagode, sertanejo, funk e tecno. “Faz um Milagre em Mim”, gravada por Regis Danese (foto), tocou até na última Parada Gay de São Paulo. O maior nome da Igreja Católica no Brasil, padre Marcelo Rossi, puxa o coro em músicas como “Faz um Milagre em Mim”, “Deus do Impossível” e “Fico Feliz”, todos sucessos de cantores evangélicos.

Os católicos já perceberam a diferença e, aos poucos, estão se acostumando ao estilo gospel de música. Já foi o tempo em que as canções “Maria de Nazaré” e “Segura na Mão de Deus” eram os únicos sucessos nas missas. Hoje, os hits cantados nas celebrações são compostos por autores evangélicos, sem preconceito.

O maior nome da Igreja Católica no Brasil, padre Marcelo Rossi, é assíduo do “canto de louvor”. Ele puxa o coro em músicas como “Faz um Milagre em Mim”, “Deus do Impossível” e “Fico Feliz”, todos sucessos de cantores evangélicos. O povo acompanhava entusiasmado, em voz e gestos, a celebração realizada na última quinta-feira, no santuário Mãe de Deus, em Interlagos (zona sul de SP), para mais de 6.000 pessoas.

O estilo musical da “concorrência” começou a ganhar força nas igrejas com o crescimento do movimento carismático, ocorrido nos anos 90. Até então, a troca de canções entre as duas religiões era quase imperceptível. Entre os evangélicos, apenas o padre Zezinho –primeiro religioso cantor do país– era aceito. A “Oração da Família”, composta e gravada por ele, é considerada letra universal.

Unificação

Atualmente, os estilos caminham para a unificação, segundo os próprios religiosos. “Hoje está acontecendo o uso comum das músicas porque as letras deixaram de fazer apologia a uma determinada religião e passaram a se voltar à mensagem do evangelho”, afirma o padre Juarez de Castro, secretário de comunicação da Arquidiocese de São Paulo. As letras não citam mais termos religiosos típicos das missas –como a eucaristia, por exemplo.

Para Rodrigo Plaça, cantor católico, a adesão ao gospel acontece porque a base musical evangélica é melhor, quase lírica. “A música deles é de louvor, de entrega. Quando escutam, as pessoas entram em uma espécie de transe, ficam emocionadas e colocam suas emoções para fora. Os católicos perceberam esse sucesso e foram atrás”, afirma.

A democracia musical tem base bíblica, segundo o casal de empresários Ricardo Rodrigues, 47 anos, e Silvia Amaro, 44. “Somos todos cristãos. A única diferença é que eles [evangélicos] não têm o costume de louvar Maria como a mãe de Deus”, afirma Rodrigues. A aceitação tem sido tão grande que, na porta do santuário do padre Marcelo, por exemplo, as barraquinhas de ambulantes comercializam também os CDs de gospel.

Sucesso religioso tocou até na última Parada Gay

O hit gospel do momento já virou pagode, sertanejo, funk e tecno. “Faz um Milagre em Mim”, gravada por Regis Danese, tocou até na última Parada Gay de São Paulo, realizada no dia 14 passado, em versão remixada. O sucesso, segundo o cantor, é atribuído ao desejo das pessoas por mudança. “A música toca no coração. Quem não quer viver um milagre?”, pergunta.

Para Danese, o milagre também foi financeiro. O cantor vendeu 1 milhão de cópias com o CD “Compromisso”, que tem a canção gravada. “Deus falou comigo. Ele avisou que a música teria impacto.”

A comerciante Maria Conceição Cerqueira, 60 anos, também comemora. Ela tem uma barraca próxima ao santuário do padre Marcelo Rossi e lucra vendendo CDs das duas religiões. “As músicas do Regis estão entre as mais procuradas. Disputam com as canções do padre Fábio de Melo e do irmão Lázaro, que são outros sucessos do momento. Os católicos gostam, só reclamam quando a música exagera no testemunho. Os evangélicos falam muito durante as músicas”, diz a vendedora.

Para amenizar as diferenças e agradar a todos os gostos, os padres católicos regravam as músicas evangélicas com novos arranjos. “Assim não dá para ver quase diferença”, completa a vendedora. Os CDs dos religiosos “famosos” são facilmente encontrados. Na porta do santuário, uma cópia falsificada sai por R$ 5.

Fonte

“cristoteca” e o “rock católico”

cristoteca-e-o-rock-catolico

Pergunta

Nome: anderson luis dos reis

Comentários: querido pe divino lopes,lendo os seus textos minha alma glorificou o senhor de alegria em saber que ainda tem sacerdotes que nao se dobraram diante de ball e nem profanaram o seu altar,e sabendo do seu ministério profético venho pedir por caridade que poste um texto falando sobre a praga diabólica crescente das cristotecas e rock católico que tem degolados os nossos jovens e preparando-os para o inferno,isto é inadimisivel,gostaria de saber se o santo padre sabe dessas coisas?e o que poderemos fazer em relação a isto pois é estarrecedor a proliferação destas atividades sendo que não é a adoração,o rosario a leitura biblica.Sei que é atarefado mas por caridade a nós jovens escreva um artigo profético sobre isto para que possamos berrar contra a iniquidade na santa igreja abraço fraterno e sua benção pax.

Resposta

Ao senhor Anderson Luis dos Reis
São Paulo – Capital

Prezado senhor, despreze o mundo e viva unido a Cristo Senhor: “Uma alma unida a Jesus é um sorriso vivo que o reflete e expande” (Bem-aventurada Elisabete da Trindade).


Obrigado pelo e-mail.
Reze pelos jovens. MILHÕES deles estão a serviço de Satanás e do mundo.
Esses jovens possuem FORÇA, ÂNIMO e CORAGEM para PERDER TEMPO, DESTRUIR a SAÚDE, GASTAR os BENS com coisas que os levarão ao inferno eterno; mas quando se trata de trabalhar ou se consagrar ao Deus que os criou, os mesmos ficam CORADOS de VERGONHA, dizendo que não nasceram para isto. Como são cegos e podres!

Os jovens precisam saber que vida aqui na terra só existe uma, perdida essa, tudo está perdido, é impossível recuperá-la. É preciso acordá-los enquanto é tempo.
A situação da juventude está tão crítica, que quando se fala em jovens, logo se pensa em DROGAS, BEBEDEIRAS, PROSTITUIÇÃO, BAILES, ROUPAS IMORAIS, etc. É preciso dizer aos jovens, que os mesmos foram criados para a SANTIDADE, para serem SAL da terra e LUZ do mundo, para viverem a PUREZA e praticarem o BEM: “Eu vos escrevi, jovens, porque sois fortes, porque a Palavra de Deus permanece em vós, e porque vencestes o Maligno” (1 Jo 2, 14).

Com dor no coração tenho que dizer que a maioria dos jovens de hoje, vivem como baratas nas fossas e ratos nos esgotos.

Caríssimo senhor Anderson, Cristo Jesus disse: “Estreita, porém, é a porta e apertado o caminho que conduz à Vida” (Mt 7, 14), e: “Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me” (Mt 16, 24).

Está claro que para ENTRAR no CÉU é preciso entrar pela porta estreita, isto é, viver a renúncia e mortificação. Está claro também, que para SEGUIR a Cristo Jesus é preciso CARREGAR a CRUZ todos os dias.

A “CRISTOTECA” e o “ROCK CATÓLICO”, são os DOIS CHIFRES de Satanás, o Príncipe das trevas, que ESPETAM as almas imortais de milhares de jovens, deixando-as ESFARRAPADAS.

Olhe para a vida de Jesus Cristo e para a Doutrina da Santa Igreja Católica Apostólica Romana, e verá que a “Cristoteca” e o “Rock católico” é algo realmente DIABÓLICO, e o pior de tudo, é que existem padres e bispos por detrás desta desgraça.

Se os padres e bispos pensam em conquistar os jovens para Deus através dessa BABILÔNIA, estão perdendo tempo e colocando os jovens nas mãos de Satanás.

Prezado senhor, possuímos uma alma imortal; está claro que o BARULHO jamais a saciará.
Quanto ao Santo Padre, penso que ele sabe dessas coisas, mais a única coisa que pode fazer é rezar pela conversão dos padres e bispos que permitem tais ABERRAÇÕES.

O senhor pergunta sobre o que se fazer diante de tão grande ADULTÉRIO “ESPIRITUAL”.

Escreva à Nunciatura Apostólica, aos Bispos e também ao Vaticano. Faça o seu dever para não pecar por OMISSÃO. Com certeza, o senhor não conseguirá resolver tudo, mas, ao menos, colocará uma gota d’água.

Leia (abaixo) e veja o quanto SATANÁS é ESPERTO e ENGANADOR.
A diferença, é que os MUNDANOS PECAM ABERTAMENTE e os jovens “CATÓLICOS”CAMUFLADAMENTE. Ambos percorrem o mesmo caminho: o do pecam INFERNO.

Se pular, gritar e dançar formasse santos, todos os bailarinos seriam canonizáveis.
Eu te abençôo e te guardo no Sagrado Coração de Jesus.

Atenciosamente,
Pe. Divino Antônio Lopes FP

Download Católico

Ofício da Imaculada Conceição (Cantado)

oficio-da-imaculada-conceicao-cantado

Caríssimos irmãos e irmãs, Salve Maria!

Convido todos a ouvir o Ofício da Imaculada Conceição cantado pelos membros da Comunidade Canção Nova. Você precisa está com seu áudio ligado para ouvir, aguarde que o play (oculto) irá tocar automaticamente. Obrigado e que Deus vos abençoe,

Equipe DC
——————————————————————————————–

Ofício da Imaculada Conceição é uma oração composta para ser cantada ou recitada (de uma só vez ou seguindo a Liturgia das Horas), a fim de proteger a santidade da Imaculada Conceição.

História

Em 8 de dezembro de 1854 o Papa Pio IX, depois de várias reuniões com os estudiosos da Igreja, definiu como Dogma de fé a doutrina da Imaculada Conceiçãona Bula Ineffabilis Deus.
Este Ofício foi escrito originalmente em latim no século XV pelo monge franciscano Bernardino de Bustis, que desejava proteger a Imaculada Conceição dos inúmeros combates que vinha sofrendo desde o século XII.
Aprovado pelo Papa Inocêncio XI em 1678, foi enriquecido pelo Papa Pio IX em 31 de março de 1876 com 300 dias de indulgência cada vez que recitado. Na reforma do Concílio Vaticano II, Paulo VImodificou a doutrina das Indulgências, concedendo agora Idulgencia Plenária a aqueles que rezarem o Ofício da Imaculada Conceição com fé.

Ofício da Imaculada Conceição

Matinas – 3:00 AM

Em nome † do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.
Deus vos salve, Virgem, Filha de Deus Pai!
Deus vos salve, Virgem, Mãe de Deus Filho!
Deus vos salve, Virgem, Esposa do Divino Espírito Santo!
Deus vos salve, Virgem, Sacrário da Santíssima Trindade!
Agora, lábios meus, / dizei e anunciai
os grandes louvores / da Virgem, Mãe de Deus.
Sede em meu favor, / Virgem soberana;
livrai-me do inimigo / com o vosso valor.
Glória seja ao Pai, / ao Filho e ao Amor também,
que é um só Deus / em pessoas três.
Agora e sempre / e sem fim. Amém.
Hino:
Deus vos salve, Virgem, / Senhora do mundo,
Rainha dos céus / e das virgens, Virgem.
Estrela da manhã, / Deus vos salve, cheia
de graça divina, / formosa e louçã.
Dai pressa, Senhora, / em favor do mundo,
pois vos reconhece / como defensora.
Deus vos nomeou, / desde a eternidade
para mãe do Verbo / com o qual criou.
Terra, mar e céus, / e Vos escolheu,
quando Adão pecou, / por esposa de Deus.
Deus a escolheu / e, já muito antes,
em seu tabernáculo, / morada lhe deu.
Ouvi, Mãe de Deus, / minha oração.
Toquem vosso peito / os clamores meus.
Oração:
Santa Maria, Rainha dos céus, Mãe de Nosso Senhor Jesus Cristo, Senhora do Mundo, que a nenhum pecador desamparais nem desprezais. Ponde, Senhora, em mim, os olhos de vossa piedade e alcançai-me de vosso amado Filho o perdão de todos os meus pecados, para que eu, que agora venero com devoção vossa Santa e Imaculada Conceição, mereça, na outra vida, alcançar o prêmio da bem-aventurança, pelo merecimento de vosso benditíssimo filho, Jesus Cristo, Nosso Senhor, que, com o Pai e o Espírito Santo, vive e reina para sempre. Amém.

Prima – 6:00 AM

Sede em meu favor…
Glória seja ao Pai…
Hino:
Deus vos salve, Mesa / para Deus ornada,
Coluna sagrada / de grande firmeza.
Casa dedicada / a Deus sempiterno,
sempre preservada, / Virgem, do pecado.
Antes que nascida, / fostes, Virgem, santa
no ventre ditoso / de Ana concebida.
Sois mãe criadora / dos mortais viventes.
Sois dos santos porta, / dos anjos senhora.
Sois forte esquadrão / contra o inimigo,
Estrela de Jacó, / Refúgio do cristão.
A Virgem criou / Deus no Espírito Santo,
e todas as Suas obras, / com ela as ornou.
Ouvi, Mãe de Deus, / minha oração.
Toquem vosso peito / os clamores meus.
Oração:
Santa Maria, Rainha dos céus…

Terça – 9:00 AM

Sede em meu favor…
Glória seja ao Pai…
Hino:
Deus vos salve, Trono / do grão Salomão,
Arca do concerto, / Velo de Gedeão,
Íris do Céu clara, / Sarça da visão,
Favo de Sansão, / florescente Vara.
A qual escolheu / para ser mãe sua
e de vós nasceu / o Filho de Deus.
Assim vos livrou / da culpa original:
de nenhum pecado / há em vós sinal,
vós, que habitais / lá nessas alturas
e tendes vosso trono / sobre as nuvens puras.
Ouvi, Mãe de Deus, / minha oração.
Toquem vosso peito / os clamores meus.
Oração:
Santa Maria, Rainha dos céus…

Sexta – 12:00 PM

Sede em meu favor…
Glória seja ao Pai….
Hino:
Deus vos salve, Virgem / da Trindade templo,
Alegria dos anjos, / da pureza exemplo;
que alegrais os tristes / com Vossa clemência,
Horto de deleites, / Palma de paciência.
Sois terra bendita / e sacerdotal.
Sois da castidade / símbolo real.
Cidade do Altíssimo, / Porta oriental,
sois a mesma graça, / Virgem singular.
Qual lírio cheiroso / entre espinhas duras
tal sois vós, Senhora, / entre as criaturas.
Ouvi, Mãe de Deus, / minha oração.
Toquem vosso peito / os clamores meus.
Oração:
Santa Maria, Rainha dos céus…

Noa – 3:00 PM

Sede em meu favor…
Glória seja ao pai…
Hino:
Deus vos salve, Cidade / de torres guarnecida
de Davi com armas / bem fortalecida.
De suma caridade, / sempre abrasada,
do dragão a força / foi por vós prostrada.
Ó Mulher tão forte, / ó invicta Judite!
que vós alentastes / o sumo Davi!
Do Egito curador, / de Raquel nasceu
do mundo o Salvador: / Maria no-lo deu.
Toda é formosa / minha companheira:
Nela não há mácula / da culpa primeira.
Ouvi, Mãe de Deus, / minha oração.
Toquem vosso peito / os clamores meus.
Oração:
Santa Maria, Rainha dos céus…

Vésperas – 6:00 PM

Sede em meu favor…
Glória seja ao Pai…
Hino:
Deus vos salve, relógio, / que, andando atrasado,
serviu de sinal / ao Verbo encarnado:
para que o homem suba / às sumas alturas,
desce Deus, do Céu, / para as criaturas.
Com os raios claros / do Sol da justiça,
resplandece a Virgem, / dando ao sol cobiça.
Sois Lírio formoso: / que cheiro respira
entre os espinhos / da serpente – a ira!
Vós a quebrantais / com vosso poder;
os cegos errados / vós alumiais.
Fizestes nascer / Sol tão fecundo,
e, como com nuvens, / cobristes o mundo.
Ouvi, Mãe de Deus, / minha oração.
Toquem vosso peito / os clamores meus.
Oração:
Santa Maria, Rainha dos céus…

Completas – 9:00 PM

Rogai a Deus, vós, / Virgem, nos converta!
Que a Sua ira / se aparte de nós.
Sede em meu favor…
Glória seja ao Pai…
Hino:
Deus vos salve, Virgem, / Mãe Imaculada,
Rainha de clemência / de estrelas coroada.
Vós, acima dos anjos, / sois purificada.
De Deus à mão direita / estais de ouro ornada.
Por vós, Mãe de Graça, / mereçamos ver
a Deus nas alturas / com todo prazer,
pois sois esperança / dos pobres errantes
e seguro porto / aos navegantes.
Estrela do mar / e saúde certa
e porta que estais / para o céu aberta,
é óleo derramado, / Virgem, vosso nome,
e os servos vossos / vos hão sempre amado.
Ouvi, Mãe de Deus, / minha oração.
Toquem vosso peito / os clamores meus.
Oração:
Santa Maria, Rainha dos céus…

Oferecimento e Oração Final – Antes de Dormir

Humildes, oferecemos, / a vós, Virgem Pia,
estas orações, / para que, em nossa guia,
vades vós adiante / e, na agonia,
vós nos animeis, / ó doce Maria. Amém.
OREMOS: Suplicantes, Vos rogamos, Senhor Deus, que concedais a Vossos servos lograr perpétua saúde de corpo e de alma e que, pela intercessão gloriosa da bem-aventurada sempre virgem Maria, sejamos livres da presente tristeza e gozemos da eterna alegria. Por Cristo, Nosso Senhor. Amém.
Em nome † do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.