ex-arbitro-denuncia-na-tv-maconaria-esta-controlando-o-futebol

Isso mostra que o futebol, nada mais é que um evento manipulado para manipular massas… Nem precisamos dizer isto, é óbvio…
Porém, uma revelação importante passou e muitos não viram: Em um programa esportivo na TV, o ex-árbitro Oscar Roberto de Godoy afirma que a maçonaria está controlando o futebol brasileiro através da infuência na arbitragem.
Já quase não existe mais esporte, apenas negócios para entreter e manipular o gado incauto… E os acordos vem diretamente da elite maçônica.
Isto serve para aqueles que ainda não se libertaram deste show circense, que saiam desta cegueira!
Veja o vídeo:

Download Católico

Veja Também:

3 thoughts on “Ex-árbitro denuncia na TV: Maçonaria está controlando o futebol”

  1. Quanta imbecilidade !!! Futebol vive de erros e acertos. Se assim não fosse não teríamos os "comentaristas" enchendo o saco o tempo todo. Se liga mane. O "unha de Cavalo" era o maior gaveteiro e agora vem falar besteiras…eita povinho..

  2. A mediocridade nao e patrimonio dos católicos ou maçones é tambem de comentaristas esportivos pouco serios,e sensacionalístas.
    Conheso ( no Brasil) a muitos prelados católicos que são maçones de alta graduaçao, asim como pastores evangelicos e judeus, a maçoneria é uma institução que tem como fundamento a busca de Deus e seu amor infinito, que é o mesmo deus de todos o mesmo que a humanidade respeita e ama no fundo de suas conciencias, aliás seus origenes se remontan aos comienzos da humanidade.
    Acho que ser maçom e ainda um plus na busqueda da magnifica armonia e amor, honra que não todos são merecedores,No seu seio estão reprensentantes de todas as religiões.
    Nos católicos não podemos esquezer por vergoña os casos de pedofilia, homosexulaidad, alianças com o Nazismo,a inquisição, as bulas ,etc. antes de razgar nossas vestiduras.
    Espero que este comentario seja publicado por que não é ofensivo é explicativo.
    Se nao é publicado significará que os católicos cambiarom pouco desde os tempos da inquisição…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *